Sobre o mantra Om Shanti

Oṃ śāntiḥ Oṃ – Om que haja paz, paz, a mais perfeita paz.

a2e14a_22ab1347f6c04c3c93f3c69478172e6e

Om Shanti Om é o Mantra da Paz no hinduísmo e mostra que a paz está disponível para nós em todos os momentos. Repeti-lo ajuda a criar mais paz no mundo, pois quando prenunciamos algo com o coração puro e a mente focada, estamos usando a nossa consciência para dar um passo para a realidade.

Quando se entoa este mantra a consciência se eleva durante uma meditação e induz ao estado de relaxamento profundo quando repetido muitas vezes. Busque extrair toda a força vital do mantra visualizando o impacto de cada palavra recitada: quando recitar o primeiro shanti, evoque a paz interior; na segunda vez, evoque a paz para sua família e amigos; já na terceira vez, paz para o planeta. Fazendo isso você evoca a paz para todos os lugares.

download-1OM é o som primordial, considerado como o próprio som do universo, o som pelo qual todos os outros se formam, assim, representa o passado, o presente e o futuro. Ele é composto pelas letras a, u e m, sendo um som anasalado, sendo que sua vibração segue da cabeça para o peito.

SHANTI significa “paz”, tanto no budismo como no hinduísmo. Seu significado é lindo e no mantra deve ser repetido 3 vezes, representando a paz no corpo, na mente e no espírito.

No hinduísmo todos os ensinamentos terminam com Om shanti, shanti, shanti para evocar a paz.

No Yoga esse mantra pode ser recitado antes de uma prática, para selar a harmonia entre professor e aluno, já que demonstra a intenção de troca de conhecimento entre os praticantes e o professor, dando aquilo que há de melhor em cada um e o que cada um pode oferecer.

Mandala Lunar 2017

15094413_933830320080265_907542640738475780_n

Um caminho de autoconhecimento feminino

A Mandala Lunar 2017 é um diário para anotações dos ciclos femininos em sintonia aos ciclos da Lua e da natureza. Ela traz ferramentas para o registro diário das sensações, sentimentos predisposições sutis que sentimos em nosso ser. Ao propor a observação da natureza para entender os ciclos e as danças naturais de outros organismos e seres vivos, somos capazes então de assumir nossos próprios ciclos como naturais e perfeitos.
Somos energia em movimento, assim como os planetas, as marés, as estações, os fluxos da natureza e do universo. Através da percepção das sensações físicas, emocionais e energéticas que circulam em nós mulheres, nos tornamos mais atentas e conscientes dos nossos movimentos internos.
Quando percebemos que estes compassos internos e ritmados acontecem fora de nós na natureza e nos ciclos lunares, passamos a entender nossos ritmos internos como sagrados, divinos e completamente naturais.
O Yoga Shala é um ponto de distribuição da Mandala Lunar, se você tem interesse em adquirir entre em contato pelo 98425-5844 ou email yogashalars@gmail.com. Namastê!

Veja mais em www.mandalalunar.com.br

Mulheres no Shala – Vivências do Feminino

deusa-sagrado-feminino-3

Encontros mensais, com o propósito de despertar e fortalecer a consciência feminina.
1 quarta-feira por mês às 20h
Contribuição: R$ 35 (antecipado)
Na hora: R$ 45

Bênção Mundial do Útero (BMU)
A Bênção do Útero é uma meditação para “sintonização”, harmonização e alinhamento, para trazer cura à nossa feminilidade, ao nosso útero e ao nosso ciclo, à criatividade e fertilidade, sexualidade e espiritualidade, restabelecendo a nossa beleza, abundância e amor, sabedoria e força.

A sincronização restabelece a nossa pureza e beleza naturais, a abundância e o amor, a criatividade e a magia, bem como a nossa sabedoria e força. Liberta-nos do nosso passado, de expectativas limitadoras, da culpa e da dor, ela libera a profunda alegria e expressão do poder, restaurando a luz na alma de todas as mulheres.

Contribuição: R$ 50

Cronograma 2017
11 fev – BMU (sábado)
08 mar – Mulherers no Shala – Introdução ao Sagrado Feminino
12 abr – Mulheres no Shala – História das Sociedades Matriarcais
10 mai – BMU
07 jun – Mulheres no Shala
05 jul – Mulheres no Shala
07 ago – BMU (segunda)
06 set – Mulheres no Shala
05 out – BMU (quinta)
08 nov – Mulheres no Shala
03 dez – BMU (domingo)

%d blogueiros gostam disto: